segunda-feira, março 20, 2006

Emanuel Jorge Botelho

LORENA



Contigo fui dando
um nome a cada dia
em nome de mim
por causa do medo

arei o sossego
com o chegar dos teus dedos
lavados na terra
enxutos na alva


*

eu nada sabia
do rumor das asas
até tu chegares
à sombra dos meus passos

porque tudo me era
amargo de luz
como cinza de mel
na páscoa da pele


*


Contigo fui dando
linhas de pão
às palmas do céu
à fome da sorte

e o meu longe coube
perto do sol
quando o teu pulso soube
rodar a claridade


*

eu tinha nos ombros
um livro encerrado
até os teus olhos
me darem as palavras


*

Contigo fui dando
a tudo o teu nome
em nome de nós
por causa de mim.

2 Comments:

Blogger rui said...

inéditos?

quinta-feira, março 23, 2006 9:18:00 da tarde  
Blogger JMS said...

Não propriamente. Trata-se de uma plaquete publicada em 2002, edição do autor.

quinta-feira, março 23, 2006 10:33:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home